Please use this identifier to cite or link to this item: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/9751
Title: Percepção da imagem corporal em adolescentes de uma escola técnica estadual na zona sul do município de São Paulo
Other Titles: Perception of body image in adolescents from a state technical school in the south of the city of São Paulo
Authors: JESUS, Larrisa Lima de
NASCIMENTO, Rayanny Silva
SILVA, Eduarda B. Sampaio
XAVIER, Ágata Sabino
metadata.dc.contributor.advisor: BARBOSA NETO, Amanda
metadata.dc.contributor.other: LOUSADA, Natália Oliveira
MENDES, Alice Coca Cristina Coca
REIS, Henrique Nogueira
metadata.dc.type: Artigo científico
Keywords: Adolescentes;Alimentos industrializados;Guias;Hábitos alimentares;Mídia publicitária;Pandemias
Issue Date: 1-Jul-2022
Publisher: 238
Citation: JESUS, Larissa Lima de; NASCIMENTO, Rayanny Silva; SILVA, Eduarda Barbosa Sampaio; XAVIER, Ágata Sabino. Percepção da imagem corporal em adolescentes de uma escola técnica estadual na zona sul do município de São Paulo, 2022. Trabalho de conclusão de curso (Curso Técnico em Nutrição e Dietética) - Escola Técnica Estadual ETEC Irmã Agostina (Jardim Satélite - São Paulo), São Paulo, 2022.
Abstract: A adolescência é um período de muitas transformações, onde passamos da infância para à vida adulta. O percurso até a vida adulta é um pouco longa e cheia de altos e baixos, principalmente com os hormônios a flor da pele, onde tudo se torna mais intenso. Normalmente é nessa fase da vida que começamos a nos preocupar com nossa aparência física. Se estamos muito baixo (a), muito alto (a), muito gordo (a) ou muito magro (a). Resumindo, se estamos dentro dos “padrões” que são impostos pela sociedade. Por conta desses padrões que a sociedade impõe, muitas pessoas, principalmente jovens, tentam se encaixar nela a qualquer custo, acreditando que assim seriam mais aceitos pela sociedade. A mídia também acabou influenciando muito nesse aspecto de padrão de beleza, com comerciais de pessoas mais magras e homens mais musculosos. Tudo isso sem pensar na saúde nutricional das pessoas. Por esse motivo que muitos jovens acabam tendo insatisfação com sua imagem corporal, por acabar se comparando com as pessoas “perfeitas” da internet, podendo desencadear alguns tipos de distúrbios, podendo comprometer sua saúde. Nesse artigo, fizemos um questionário com alguns jovens de uma escola técnica estadual de São Paulo, onde conseguimos ver como esses adolescentes se sentem em relação a sua própria imagem corporal e tendo também em vista sua saúde nutricional.
Adolescence is a period of many transformations, where we pass from childhood to adulthood. The journey to adulthood is a bit long and full of ups and downs, especially with hormones in full bloom, where everything becomes more intense. It is usually at this stage in life that we start to worry about our physical appearance. If we are too short, too tall, too fat, or too thin. In short, if we are within the “standards” that are imposed by society. Because of these standards that society imposes, many people, especially young people, try to fit into it at any cost, believing that they would be more accepted by society. The media also ended up influencing a lot in this aspect of the beauty standard, with commercials of thinner people and more muscular men. All this without thinking about people's nutritional health. For this reason, many young people end up dissatisfied with their body image, as they end up comparing themselves with the “perfect” people on the internet, which can trigger some types of disorders, which can compromise their health. In this article, we carried out a questionnaire with some young people from a state technical school in São Paulo, where we were able to see how these adolescents feel about their own body image and also considering their nutritional health.
URI: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/9751
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.