Please use this identifier to cite or link to this item: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/7377
Title: A utilização e os benefícios farmacológicos do canabidiol em crianças com transtorno do espectro autista
Other Titles: The use and pharmacological benefits of cannabidiol in children with autism spectrum disorder
Authors: COUTO, Jhenyfer Cavassana
ELIAS, Larissa Mendes
SOUZA, Mariele de Castro
SOARES, Olivia Cristina Guedes de Carvalho
MARCOS, Pedro Renato
metadata.dc.contributor.advisor: CASTRO, Karla Meira Zepponi de
metadata.dc.type: Artigo científico
Keywords: Transtorno do espectro autista
Issue Date: Dec-2021
Publisher: 165
Citation: COUTO, Jhenyfer Cavassana et al. A utilização e os benefícios famacológicos do canabidiol em crianças com transtorno do espectro autista. 2021. Trabalho de Conclusão de Curso (Técnico em Farmácia) - Etec de Araçatuba, Araçatuba, 2021.
Abstract: O autismo é definitivo como um grupo de distúrbios do desenvolvimento cerebral que padronizados, são chamados de Transtorno do Espectro Autista (TEA). Que causam problemas na linguagem, dificuldades de comunicação e interação social. O diagnóstico do TEA é clínico, a avaliação diagnóstica é executada por uma equipe multidisciplinar seguindo os critérios do Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais V (DSM – V) usado na psiquiatria, e classifica o TEA em três níveis: leve, moderado e grave. Atualmente o princípio ativo extraído da cannabis sativa, o canabidiol, está sendo utilizado como medicamento para crianças e adultos com TEA, e durante o processo de produção do canabidiol, o tetrahidrocanabinol (THC) é eliminado, substância de alto potencial psicoativa. No Brasil a cannabis sativa, conhecida popularmente como a “planta da maconha”, é considerada ilegal. É aconselhável fazer o uso do medicamento canabidiol em último caso, por meio de autorização judicial, seguindo as normas estabelecidas pela ANVISA. Estudos realizados mostram que uso do canabidiol no TEA tem apresentado eficácia terapêutica e benefícios psicofarmacológicos consideráveis, porém, como toda planta medicinal, serão necessários estudos a longo prazo na compreensão das reações adversas, interações medicamentosas, sobre a melhor posologia para cada paciente e de comprovar cientificamente como realmente os canabinóides atuam no Sistema Nervoso Central – SNC, visando desmistificar a problemática do preconceito sobre esse medicamento promissor.
URI: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/7377
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.