Please use this identifier to cite or link to this item: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/5683
Title: Obesidade na infância
Other Titles: fatores ambientais que desencandeiam e formas de intervenção
Authors: PEIXOTO, Ana Julia do Nascimento
SANTANA, Anna Carolina Viegas
SANTOS, Daiane Albuquerque dos
SOUZA, Nicoly Pereira de
RODRIGUES, Sabrina Lima
AMARAL, Yasmim Lopes
metadata.dc.contributor.advisor: SANTO, Marcela Nunes
metadata.dc.type: Monografia
Keywords: Alimentos industrializados;Educação alimentar e nutricional;Hábitos alimentares;Manuais;Nutrição da criança;Organização Mundial da Saúde;Sobrepeso
Issue Date: 2021
Publisher: 238
Citation: PEIXOTO, Ana Julia do Nascimento; SANTANA, Anna Carolina Viegas; SANTOS, Daiane Albuquerque dos Santos; SOUZA, Nicoly Pereira de; RODRIGUES, Sabrina Lima; AMARAL, Yasmim Lopes. Obesidade na infância: fatores ambientais que desencandeiam e formas de intervenção. 2021. Trabalho de conclusão de curso (Curso Técnico em Nutrição e Dietética) - Escola Técnica Estadual ETEC Irmã Agostina (Jardim Satélite - São Paulo), São Paulo, 2021.
Abstract: A obesidade é a concentração de tecido adiposo no corpo. O estudo da obesidade teve seus primeiros registros alarmantes escritos por Hipócrates (460a.c – 377a.c), considerado o pai da medicina, onde afirmava que a obesidade não é apenas uma enfermidade, mas também o indício de outras. A obesidade é o maior sintoma de má nutrição na sociedade moderna e dentre todas as enfermidades associadas a ela. Atualmente os índices de obesidade atingem escala epidêmica, os países mais desenvolvidos são os mais atingidos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu em 2003 a obesidade como um dos dez maiores fatores de risco para a saúde global. A maior curva ascendente no número de pessoas obesas no mundo, se deu durante a industrialização do mercado alimentício estadunidense com sua cultura de fastfoods e embutidos, que se difundiu pelo globo alterando a cultura alimentar de diversos países. Essa alteração cultural alimentar, substituindo alimentos saudáveis por alimentos muito calóricos, associado a nova rotina mais sedentária das populações modernas, tornam a ingestão de caloria muito superior ao seu gasto, gerando a obesidade epidemiológica de hoje. No Brasil os números de obesidade na população adulta (acima dos 20 anos) são exorbitantes, segundo estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o índice de obesidade na população acima dos 20 anos mais que dobrou no intervalo de tempo entre 2003 e 2019. Com esses números alarmantes é possível de observa que crianças obesas se tornam adultos obesos, sendo assim, quando não tratada os números podem só aumentar, estima-se que até 2025 o mundo tenha um número de 75 milhões de crianças obesas. Acreditamos que a melhor forma de tratar e prevenir a obesidade em crianças é através da educação alimentar e nutricional com oficinas culinárias.
Obesity is the concentration of adipose tissue in the body. The study of obesity had its first alarming records written by Hippocrates (460a.c - 377a.c), considered the father of medicine, where he stated that obesity is not only a disease, but also an indication of others. Obesity is the greatest symptom of malnutrition in modern society and among all the disorders associated with it. Currently, obesity rates are reaching epidemic scale, and the most developed countries are the most affected. The World Health Organization (WHO) defined obesity as one of the ten greatest risk factors for global health in 2003. The largest upward curve in the number of obese people in the world occurred during the industrialization of the U.S. food market, with its culture of fast food and sausages, which spread around the globe, changing the food culture of several countries. This cultural change in meals, substituting healthy food for very caloric food, associated with the new more sedentary routine of modern population, makes calorie intake much higher than its expenditure, generating today's epidemiological overweight. In Brazil the numbers of obesity in the adult population (over 20 years old) are exorbitant, according to a study conducted by the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) the rate in the population over 20 more than doubled in the time between 2003 and 2019. With these alarming numbers, it is possible to observe that obese children become obese adults, and so, when not treated the numbers can only increase, it is estimated that by 2025 the world will have 75 million obese children. We believe that the best way to treat and prevent obesity in children is through food and nutrition education with cooking workshops.
URI: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/5683
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.