Please use this identifier to cite or link to this item: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/3290
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSILVA, Lucas Santos
dc.contributor.authorPOMPEO, Arthur
dc.contributor.authorFORTE, Cleberson Eugênio
dc.date.accessioned2019-02-18T19:41:28Z
dc.date.available2019-02-18T19:41:28Z
dc.date.issued2018
dc.identifier.citationSILVA, Lucas Santos; POMPEO, Arthur; FORTE, Cleberson Eugênio. Gamificação e educação superior brasileira: uma revisão das propostas de mecânicas sob a luz da evolução tecnológica. Revista Tecnológica da Fatec Americana, Americana. v.6, n.2, p.75-88, mar.2018/out.2018. Disponível em: http://www.fatec.edu.br/revista_ojs/index.php/RTecFatecAM/article/view/185. Acesso em: 18 de fevereiro de 2019pt_BR
dc.identifier.issn2446-7049
dc.identifier.urihttp://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/3290
dc.description.abstractA educação superior brasileira vem se deparando com um problema cada vez mais preocupante: uma taxa de evasão nos cursos de graduação de quase 50% causada, dentre outros motivos, pelo descontentamento dos alunos para com seus cursos (Brasil, 2016). Um estudo realizado pela ABMES em 2017 mostrou que cada estudante de ensino superior na rede Federal teria um custo anual de R$20.000,00 para a União, ou seja, se for levado em conta uma sala de 40 alunos e a taxa de evasão de 50%, tem-se uma perda anual média que poderia chegar a R$400.000,00. Levando em consideração o dinheiro público investido e o prejuízo sócio-econômico causado pela desistência do aluno, além do desejo de se ter um ensino melhor e mais significativo para as futuras gerações, buscam-se soluções que possam amenizar a taxa de evasão média nacional. Dentre outras possíveis soluções, surge a ideia de gamificar o ensino superior, isto é, aplicar as mecânicas de jogos nas matérias dos cursos de graduação. Consonante com este cenário, este artigo realizou uma revisão dos trabalhos que propunham metodologias visando gamificar atividades de ensino formais, a fim de evidenciar se tais propostas ainda são pertinentes, dada a evolução tecnológica e cultural experimentadas pela sociedade na última década. Como resultado, observa-se que a evolução tecnológica tornaria grande parte das propostas pioneiras mais factíveis e aceitáveis no contexto da educação superior atual, ainda que outros elementos, tais como fatores culturais, prevaleçam como impeditivos para a disseminação da gamificação no ensino brasileiro.pt_BR
dc.description.sponsorshipCurso Superior de Tecnologia em Jogos Digitaispt_BR
dc.language.isootherpt_BR
dc.publisher004pt_BR
dc.relation.ispartofseriesR.Tec.FatecAM, Americana, v.6, n.2, p.75-88, mar.2018/out.2018;
dc.subjectEducação superiorpt_BR
dc.subjectGamificaçãopt_BR
dc.subject.otherInformação e Comunicação
dc.titleGamificação e educação superior brasileira: uma revisão das propostas de mecânicas sob a luz da evolução tecnológicapt_BR
dc.title.alternativeGamification and higher education in Brazil: a review of the proposals of mechanics in the light of technological evolutionpt_BR
dc.typeArtigo científicopt_BR
artgrad.contributor.advisor
Appears in Collections:Artigos de Periódicos do CPS

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Gamificaçãoeeducacaosuperiorbrasileira.pdf1.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.