Please use this identifier to cite or link to this item: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/3240
Title: Hacktivismo
Other Titles: Hacktivism
Authors: MINHOLI, Maykon Bando
metadata.dc.contributor.advisor: VENTURA, Acácia de Fátima
metadata.dc.contributor.other: ZEM, José Luís
TERRA, Ivone Piedade
metadata.dc.type: Monografia
Keywords: Segurança em sistemas de informação
Issue Date: 4-Dec-2018
Publisher: 004
Citation: MINHOLI, Maykon Bando. Hacktivismo, 2018. Trabalho de conclusão de curso (Curso de Tecnologia em Segurança da Informação) - Faculdade de Tecnologia de Americana, Americana, 2018
Abstract: O presente texto conceitua a ideia de hacker, cracker, hacktivismo e ciberativismo, com o intuito de esclarecer os termos mostrando suas diferenças e semelhanças e a importância de compreendê-los. Mostrando também o que cada um faz e seus reais objetivos com o intuito de corrigir as definições apresentadas pela mídia sobre cada um dos termos. Isto a partir pesquisas em livros e artigos científicos e uma análise da pesquisa de campo realizada com os alunos da Fatec Americana, onde eles responderam um questionário sobre o que eles acreditam ser cada um dos termos: hacker, cracker, hacktivismo e ciberativismo se eles acreditam que hacktivismo e ciberativismo contribui de maneira positiva para a sociedade e quais foram os atos ativistas que já realizaram na Internet. A partir dessas respostas foram analisados se seus conhecimentos coincidiam com as reais definições das palavras e se suas causas ativistas coincidem com as mesmas dos hacktivistas e ciberativistas, o que revelou que apesar muitos conhecerem cada termo, há uma percentagem considerável de alunos que desconhecem os termos e também que acreditam que os termos apresentam significados totalmente opostas dos quais realmente tem, e que entre os que acreditam que ciberativismo é algo maléfico haviam pessoas que em algum momento foram ciberativistas. Esse conhecimento errôneo pode ser fruto da divulgação da mídia que apresentou de forma incorreta um ou alguns dos termos, e isso pode levar as pessoas a terem um conceito errado da palavra, e esse conceito pode levá-la a se posicionar contra algo que ela mesma sempre se posicionou a favor. Assim, pretende-se deixar claro o que é um hacker, um cracker, um hacktivista e ciberativista para que tire suas próprias conclusões sobre apoiar ou não suas ações e não “correr o risco” de estar posicionando-se contra suas próprias ideias e crenças.
URI: http://ric.cps.sp.gov.br/handle/123456789/3240
Appears in Collections:Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
20182S_MINHOLIMaykonBando_OD0544.pdf
  Restricted Access
1.19 MBAdobe PDFView/Open Request a copy


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.